São considerados paradigmas de pesquisa exceto: um olhar além dos limites tradicionais

Na área da pesquisa científica, os paradigmas são fundamentais para orientar os estudos e estabelecer as bases teóricas e metodológicas. Eles representam um conjunto de crenças, valores e práticas que são compartilhados por uma comunidade de pesquisadores. No entanto, nem todos os paradigmas são igualmente reconhecidos e valorizados. Neste artigo, iremos explorar os paradigmas de pesquisa que geralmente são considerados como exceto, oferecendo um olhar além dos limites tradicionais.

Quais são os paradigmas da pesquisa?

Existem diversos paradigmas de pesquisa que podem ser adotados na área de Administração. O positivismo e pós-positivismo são baseados na ideia de que a pesquisa deve ser objetiva e baseada em evidências empíricas. Já o interpretativismo enfatiza a compreensão do significado e da interpretação dos fenômenos sociais. O interacionismo simbólico se concentra na interação entre os indivíduos e a construção de significados. A fenomenologia busca compreender a experiência subjetiva dos indivíduos e a hermenêutica se concentra na interpretação e na compreensão dos fenômenos. A teoria crítica busca analisar as estruturas de poder e opressão na sociedade. O feminismo enfoca a igualdade de gênero e a deconstrução das hierarquias de poder. Por fim, o pós-modernismo questiona as noções fixas de realidade e verdade.

Esses diferentes paradigmas oferecem abordagens e perspectivas distintas para a pesquisa em Administração, permitindo que os pesquisadores adotem diferentes metodologias e enfoques de acordo com suas preferências e objetivos de pesquisa. É importante compreender cada um desses paradigmas e suas implicações metodológicas para realizar uma pesquisa rigorosa e embasada teoricamente.

Se quiser continuar a ler este post sobre "São considerados paradigmas de pesquisa exceto: um olhar além dos limites tradicionais" clique no botão "Mostrar tudo" e poderá ler o resto do conteúdo gratuitamente. ebstomasborba.pt é um site especializado em Tecnologia, Notícias, Jogos e muitos tópicos que lhe podem interessar. Se quiser ler mais informações semelhantes a São considerados paradigmas de pesquisa exceto: um olhar além dos limites tradicionais, sinta-se à vontade para continuar a navegar na web e subscrever as notificações do Blog e não perca as últimas notícias.

Seguir leyendo


Quais são os quatro tipos de pesquisa?

Quais são os quatro tipos de pesquisa?

Existem diferentes tipos de pesquisa científica que podem ser utilizados dependendo do objetivo e do contexto do estudo. Quatro dos principais tipos de pesquisa são: pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, estudo de caso e pesquisa de campo.

A pesquisa bibliográfica consiste na análise de livros, artigos, teses e outros documentos já publicados sobre o tema em questão. É uma pesquisa que utiliza fontes secundárias de informação, sendo útil para embasar teoricamente o estudo e identificar lacunas no conhecimento existente.

Já a pesquisa documental envolve a análise de documentos originais, como relatórios, registros e arquivos, que podem fornecer informações relevantes para o estudo. Essa pesquisa é especialmente útil quando se deseja investigar eventos passados ou analisar dados históricos.

O estudo de caso é uma forma de pesquisa que se concentra em um único caso, analisando detalhadamente suas características, contextos e resultados. É uma abordagem qualitativa que permite uma compreensão profunda de um fenômeno específico, sendo muito utilizado nas ciências sociais e na psicologia.

Por fim, a pesquisa de campo envolve a coleta de dados diretamente do ambiente em que ocorrem os fenômenos estudados. É uma pesquisa que pode ser realizada por meio de observações, entrevistas, questionários ou experimentos, permitindo a obtenção de informações de forma mais direta e imediata.

Quais são os tipos de métodos de pesquisa?

Quais são os tipos de métodos de pesquisa?

Existem diferentes tipos de métodos de pesquisa que podem ser utilizados em estudos acadêmicos, científicos ou de mercado. Alguns dos principais tipos de métodos de pesquisa incluem:

1. Pesquisa qualitativa: Este tipo de pesquisa busca compreender e interpretar os fenômenos sociais e comportamentais, utilizando técnicas como entrevistas, observação participante e análise de conteúdo. A pesquisa qualitativa valoriza as percepções e experiências dos participantes, permitindo uma compreensão mais profunda do tema em estudo.

2. Pesquisa quantitativa: Ao contrário da pesquisa qualitativa, a pesquisa quantitativa é baseada em dados numéricos e estatísticos. Ela se concentra em medir e analisar relações causais entre variáveis, utilizando técnicas como questionários, testes e análise estatística. A pesquisa quantitativa é frequentemente utilizada para obter resultados generalizáveis e objetivos.

3. Pesquisa quali-quanti: Este tipo de pesquisa combina elementos da pesquisa qualitativa e quantitativa. Ele busca obter uma compreensão mais abrangente do fenômeno em estudo, combinando análises qualitativas com medições quantitativas. Isso permite uma abordagem mais holística e uma validação cruzada dos resultados.

4. Pesquisa descritiva: A pesquisa descritiva tem como objetivo descrever e analisar as características de uma determinada população ou fenômeno. Ela busca responder a perguntas como “o que” e “quem”, e geralmente utiliza técnicas como questionários e estudos de caso.

5. Pesquisa exploratória: Esse tipo de pesquisa é realizado quando pouco se sabe sobre o tema em estudo. Ele busca explorar e investigar novos conceitos, ideias e teorias, e geralmente utiliza técnicas como entrevistas em profundidade, observação não estruturada e revisão bibliográfica.

6. Pesquisa explicativa: Ao contrário da pesquisa exploratória, a pesquisa explicativa busca identificar e explicar as relações causais entre variáveis. Ela procura responder a perguntas como “por que” e “como”, e geralmente utiliza métodos experimentais ou estudos de caso controlados.

7. Pesquisa bibliográfica: A pesquisa bibliográfica envolve a revisão e análise de fontes bibliográficas já existentes, como livros, artigos e teses. Ela é utilizada para obter informações teóricas e fundamentar a pesquisa em estudo.

8. Pesquisa de campo: A pesquisa de campo envolve a coleta de dados diretamente no local onde o fenômeno em estudo ocorre. Ela pode envolver a observação direta, entrevistas ou questionários aplicados aos participantes.

Qual é o foco principal da pesquisa biográfica?

Qual é o foco principal da pesquisa biográfica?

A pesquisa biográfica tem como foco principal a investigação da vida e da obra de indivíduos específicos. Ela busca compreender a trajetória pessoal, as influências, os eventos marcantes e as contribuições de uma pessoa para determinado campo de estudo ou período histórico. Através da pesquisa biográfica, é possível analisar a relação entre a vida do indivíduo e o contexto em que ele viveu, bem como compreender suas motivações, ideias e legado.

A pesquisa biográfica pode ser realizada em diversas áreas do conhecimento, como história, literatura, sociologia, psicologia, entre outras. Ela permite uma análise mais detalhada e pessoal, além de fornecer um olhar mais humano sobre os acontecimentos e as realizações de uma determinada época. Ao estudar a vida de uma pessoa, é possível compreender melhor os aspectos individuais e subjetivos que influenciaram suas obras e suas ações. A pesquisa biográfica pode ser realizada através de levantamento de informações em fontes primárias e secundárias, como documentos, entrevistas, diários, correspondências, entre outros. É uma forma de resgatar e preservar a memória e a história de pessoas que tiveram um papel significativo em determinado contexto.