Maleato de Dexclorfeniramina: alívio para dor de garganta

Frank

O maleato de dexclorfeniramina, também conhecido como maleato de clorfeniramina, é um anti-histamínico muito utilizado no tratamento de sintomas alérgicos, principalmente naqueles associados a infecções respiratórias, como é o caso do resfriado comum e de diferentes tipos de gripes.

Este medicamento atua bloqueando a ação da histamina, uma substância produzida pelo organismo em resposta a alergias e infecções, que causa sintomas como coriza, espirros, coceira nos olhos e nariz entupido. Além disso, o maleato de dexclorfeniramina também possui propriedades anticolinérgicas, que ajudam a aliviar a tosse e a dor de garganta.

É importante ressaltar que o maleato de dexclorfeniramina não trata a causa da alergia ou infecção, mas sim os sintomas associados a ela. Portanto, é fundamental buscar orientação médica antes de iniciar o uso deste medicamento, especialmente em casos de dor de garganta persistente ou acompanhada de outros sintomas mais graves.

Se quiser continuar a ler este post sobre "Maleato de Dexclorfeniramina: alívio para dor de garganta" clique no botão "Mostrar tudo" e poderá ler o resto do conteúdo gratuitamente. ebstomasborba.pt é um site especializado em Tecnologia, Notícias, Jogos e muitos tópicos que lhe podem interessar. Se quiser ler mais informações semelhantes a Maleato de Dexclorfeniramina: alívio para dor de garganta, sinta-se à vontade para continuar a navegar na web e subscrever as notificações do Blog e não perca as últimas notícias.

Seguir leyendo


A dosagem recomendada do maleato de dexclorfeniramina varia de acordo com a idade do paciente e a gravidade dos sintomas. Geralmente, a dose para adultos é de 4 mg a cada 4 a 6 horas, enquanto que para crianças a dose varia entre 1 e 2 mg a cada 4 a 6 horas. No entanto, é sempre importante seguir as orientações do médico ou farmacêutico, pois cada caso pode exigir uma dosagem específica.

É importante destacar que o maleato de dexclorfeniramina pode causar alguns efeitos colaterais, como sonolência, tontura, boca seca e visão turva. Por isso, é recomendado evitar dirigir ou operar máquinas pesadas durante o tratamento com este medicamento.

O maleato de dexclorfeniramina está disponível em diferentes apresentações, como comprimidos, xaropes e soluções injetáveis. O preço do medicamento pode variar de acordo com a forma de apresentação e a dosagem. Em geral, o preço médio do maleato de dexclorfeniramina varia entre 5€ e 15€, dependendo da quantidade de comprimidos ou volume do xarope.

É importante salientar que o maleato de dexclorfeniramina só deve ser utilizado sob prescrição médica e não deve ser utilizado por gestantes, lactantes, crianças menores de 2 anos e pessoas com determinadas condições de saúde, como glaucoma, problemas cardíacos ou pressão alta.

Em caso de dúvidas sobre o uso do maleato de dexclorfeniramina ou para obter mais informações sobre o medicamento, é fundamental consultar um médico ou farmacêutico de confiança.

Para que serve o maleato de Dexclorfeniramina? Serve para garganta inflamada?

O maleato de Dexclorfeniramina é um medicamento utilizado no tratamento adjuvante de doenças alérgicas do aparelho respiratório, como a asma brônquica grave e a rinite alérgica. Também pode ser utilizado no tratamento de doenças alérgicas da pele, como dermatite atópica (eczema), dermatite de contato, reações medicamentosas e doença do soro.

No entanto, é importante ressaltar que o maleato de Dexclorfeniramina não é indicado especificamente para o tratamento de garganta inflamada. Para esse tipo de condição, é recomendado buscar orientação médica para o correto diagnóstico e tratamento adequado.

Para que serve o maleato de Dexclorfeniramina? É bom para tosse?

Para que serve o maleato de Dexclorfeniramina? É bom para tosse?

O maleato de Dexclorfeniramina é um medicamento antialérgico utilizado para o alívio dos sintomas de alergias, como nariz entupido, espirros, coceira e olhos lacrimejantes. Ele atua bloqueando a ação da histamina, uma substância produzida pelo organismo em resposta a uma reação alérgica.

Quando se trata de tosse, o maleato de Dexclorfeniramina pode ser eficaz se a tosse tiver origem alérgica. Isso porque a tosse alérgica é desencadeada por uma resposta imunológica exagerada a substâncias irritantes, como poeira, pólen ou pelo de animais. Nesses casos, o medicamento pode ajudar a reduzir a inflamação das vias aéreas e aliviar a tosse. No entanto, é importante ressaltar que o maleato de Dexclorfeniramina não é indicado para o tratamento de todos os tipos de tosse, como aquelas causadas por infecções respiratórias, por exemplo. Portanto, é fundamental consultar um médico para obter um diagnóstico correto e receber a orientação adequada sobre o uso desse medicamento.

O que acontece se tomar muita dexclorfeniramina?

O que acontece se tomar muita dexclorfeniramina?

A dexclorfeniramina é um medicamento antialérgico e antihistamínico que pode ser usado para tratar sintomas como espirros, coriza, coceira e lacrimejamento nos olhos causados por alergias. No entanto, é importante tomar cuidado com a dosagem e seguir as instruções do médico ou farmacêutico, pois tomar uma quantidade excessiva de dexclorfeniramina pode ser perigoso.

A dose letal estimada de dexclorfeniramina no homem é de 2,5 a 5,0 mg/kg. Isso significa que uma dose muito alta desse medicamento pode levar a graves efeitos colaterais e até mesmo à morte. Os sintomas de uma superdosagem de dexclorfeniramina podem variar, desde a depressão do Sistema Nervoso Central, que se manifesta como sedação, apneia (suspensão da respiração), redução do estado de alerta mental e colapso cardíaco, até a excitação, que pode incluir insônia, alucinações, tremores ou convulsões.

É importante procurar ajuda médica imediatamente se você acredita ter tomado uma dose excessiva de dexclorfeniramina ou se estiver apresentando sintomas preocupantes após o uso desse medicamento. O médico poderá avaliar sua situação e tomar as medidas adequadas para garantir sua segurança e bem-estar. É sempre recomendado seguir as instruções de uso e dosagem de qualquer medicamento e evitar o uso excessivo ou indevido.

Quanto tempo demora para fazer efeito o maleato de dexclorfeniramina?

Quanto tempo demora para fazer efeito o maleato de dexclorfeniramina?

Administração oral de 6mg de maleato de dexclorfeniramina. O seu início de ação ocorre em 30 minutos. A dexclorfeniramina tem ação anti-histamínica mais prolongada, com duração de até 48 horas. Após administração oral de 2mg de maleato de dexclorfeniramina, seu início de ação ocorre em 30 minutos. A dexclorfeniramina possui ação anti-histamínica mais prolongada, com duração de até 48 horas. Maleato de Dexclorfeniramina pertence a uma classe de medicamentos conhecidos como antialérgicos (anti-histamínico).

O maleato de dexclorfeniramina é um medicamento antialérgico (anti-histamínico) que é utilizado para aliviar os sintomas de alergias, como coceira nos olhos, espirros, coriza e urticária. Sua administração oral apresenta um início de ação rápido, normalmente ocorrendo em 30 minutos, o que proporciona um alívio rápido dos sintomas. Além disso, a dexclorfeniramina possui uma ação anti-histamínica prolongada, com duração de até 48 horas, o que significa que uma única dose pode ser eficaz por um longo período de tempo. É importante seguir a dose recomendada pelo médico ou farmacêutico e não exceder a quantidade indicada, para evitar efeitos colaterais indesejados.

Qual é a contraindicação do maleato de dexclorfeniramina betametasona?

O maleato de dexclorfeniramina + betametasona é um medicamento que combina um antialérgico (dexclorfeniramina) com um corticosteróide (betametasona). Ele é utilizado no tratamento de diversas condições alérgicas, como rinite alérgica, urticária e dermatite atópica.

No entanto, existem algumas situações em que o uso deste medicamento é contraindicado. Uma delas é em pacientes com infecção sistêmica por fungos, pois os corticosteroides podem suprimir o sistema imunológico, dificultando a eliminação da infecção. Além disso, o maleato de dexclorfeniramina + betametasona não deve ser usado em prematuros e recém-nascidos, devido aos riscos de efeitos colaterais.

Outra contraindicação é para pacientes que estejam recebendo terapia com inibidores da MAO (monoamina oxidase), pois o uso concomitante desses medicamentos pode levar a um aumento da pressão arterial. Por fim, o maleato de dexclorfeniramina + betametasona não deve ser utilizado por pacientes que apresentem hipersensibilidade a qualquer um dos componentes da sua fórmula ou a fármacos de estrutura semelhante.

É importante sempre seguir as orientações do médico e ler atentamente a bula do medicamento antes de iniciar o tratamento. Em caso de dúvidas ou surgimento de reações adversas, é essencial buscar orientação médica.