Fuvest SP: Propriedades dos gases

A Fuvest SP é uma das instituições mais prestigiadas do Brasil quando se trata de vestibular. A prova da Fuvest é conhecida por ser bastante abrangente e exigir um alto nível de conhecimento dos candidatos. Um dos assuntos que costuma ser cobrado na prova é o estudo das propriedades dos gases.

Os gases são substâncias que se encontram no estado físico mais simples e mais disperso. Eles são compostos por partículas que se movem de forma contínua e desordenada, colidindo umas com as outras e com as paredes do recipiente que os contém. Essas colisões são responsáveis pela pressão exercida pelo gás.

Além da pressão, existem outras propriedades dos gases que são importantes de serem compreendidas. Entre elas estão o volume, a temperatura e a quantidade de substância. Essas propriedades podem ser descritas por meio de leis e equações que relacionam suas grandezas.

Se quiser continuar a ler este post sobre "Fuvest SP: Propriedades dos gases" clique no botão "Mostrar tudo" e poderá ler o resto do conteúdo gratuitamente. ebstomasborba.pt é um site especializado em Tecnologia, Notícias, Jogos e muitos tópicos que lhe podem interessar. Se quiser ler mais informações semelhantes a Fuvest SP: Propriedades dos gases, sinta-se à vontade para continuar a navegar na web e subscrever as notificações do Blog e não perca as últimas notícias.

Seguir leyendo


Neste artigo, iremos explorar em detalhes as propriedades dos gases, suas leis e equações, e como elas são aplicadas em diversos contextos, desde a física até a química. Acompanhe e amplie seus conhecimentos sobre esse importante tema!

Quais são as propriedades de qualquer substância no estado gasoso?

O estado gasoso é caracterizado por diversas propriedades que o distinguem dos outros estados da matéria. Uma das principais características é a baixa densidade, ou seja, as partículas que compõem o gás estão mais afastadas umas das outras, o que resulta em menor quantidade de matéria por unidade de volume. Além disso, os gases possuem alta compressibilidade, ou seja, podem ser facilmente comprimidos, reduzindo seu volume.

Outra propriedade dos gases é a completa falta de rigidez, o que significa que eles não possuem forma ou volume fixos. Os gases podem se expandir e se contrair de forma ilimitada, ocupando todo o volume disponível. Além disso, os gases são transparentes à luz visível, o que permite sua visualização e estudo através de recipientes transparentes.

Os gases também apresentam alta capacidade de expansão térmica, ou seja, o aumento da temperatura faz com que as partículas se movimentem mais rapidamente, aumentando o volume do gás. Além disso, os gases podem formar misturas molecularmente homogêneas com outros gases, o que significa que suas partículas se distribuem de forma uniforme na mistura.

Qual das alternativas não corresponde a uma propriedade de qualquer substância no estado gasoso?

No estado gasoso, as substâncias não possuem forma nem volume definidos, pois as forças de coesão entre os átomos são tão pequenas que são praticamente inexistentes, resultando em átomos muito separados entre si. Isso significa que os gases podem se espalhar e ocupar todo o espaço disponível. Além disso, os gases são altamente compressíveis, ou seja, é possível reduzir seu volume através da aplicação de pressão. Outra propriedade dos gases é a difusão, que é a capacidade de se misturarem completamente com outros gases, mesmo sem agitação mecânica. A ductibilidade, mencionada na alternativa incorreta, não é uma propriedade dos gases, mas sim dos metais, e se refere à capacidade de transformar o material em fios.

Qual processo converte partículas de um líquido em um gás?

Qual processo converte partículas de um líquido em um gás?

A vaporização é o processo pelo qual as partículas de um líquido ganham energia suficiente para se transformarem em um estado gasoso. Isso ocorre quando as moléculas do líquido recebem energia térmica suficiente para superar as forças de atração intermoleculares e se tornarem livres o suficiente para se moverem no espaço.

Existem dois tipos principais de vaporização: a ebulição e a evaporação. A ebulição ocorre quando a temperatura do líquido atinge seu ponto de ebulição, que é a temperatura na qual a pressão de vapor do líquido se iguala à pressão atmosférica. Durante a ebulição, bolhas de vapor são formadas no interior do líquido e sobem para a superfície, liberando o vapor para o ambiente.

Já a evaporação ocorre em temperaturas abaixo do ponto de ebulição, quando as moléculas mais energéticas do líquido conseguem escapar da superfície e se tornam vapor. Esse processo é influenciado pela temperatura, pela área de superfície exposta e pela presença de correntes de ar.

A condensação, por sua vez, é o processo inverso, no qual as partículas de um gás perdem energia térmica e se transformam em um líquido. Isso ocorre quando a temperatura do gás diminui e as moléculas se aproximam o suficiente umas das outras para que as forças de atração intermoleculares as mantenham juntas.