Coisas a considerar antes de converter para MP3

O formato MP3 é o formato de áudio com perdas mais popular hoje em dia e existe desde o início da década de 1990. O seu sucesso é principalmente atribuído à sua compatibilidade universal . Apesar da sua ubiquidade, há vários factores que determinam a qualidade de um ficheiro MP3, assim como a sua codificaça?o. Preste atença?o a estas definiço?es ao converter um ficheiro para o formato MP3.

Qualidade da fonte de áudio

Para seleccionar os valores óptimos de codificaça?o , tem em conta a natureza da fonte de áudio. Por exemplo, ao codificar uma gravaça?o de voz de baixa qualidade a partir de uma fita analógica utilizando as configuraço?es de codificaça?o mais elevadas possíveis, o ficheiro convertido ocupa muito espaço de armazenamento. Se um ficheiro MP3 com uma taxa de bits 96 kbps s for convertido para um com uma taxa de bits 192 kbps, na?o há nenhuma melhoria na qualidade. Isto porque o original é apenas 32 kbps e qualquer coisa superior a isto aumenta o tamanho do ficheiro mas na?o melhora a resoluça?o do som; que os dados já esta?o perdidos. Aqui esta?o algumas definiço?es típicas de bitrate que pode experimentar:

  • 32 kbps: Gravaço?es de voz e fitas analógicas.
  • 128 a 192 kbps: Faixas arrancadas de um CD.
  • 192 a 320 kbps: Gravaço?es de fontes áudio complexas, tais como música clássica, contendo um amplo espectro de frequências.

Perdido para Perdido

O formato MP3 é um formato com perdas, por isso a conversa?o para outro formato com perdas (incluindo outro MP3) na?o é recomendada. Mesmo que se tente converter para uma taxa de bits mais elevada, o ficheiro de áudio continua a perder qualidade. É geralmente melhor deixar o original como está, a menos que queira reduzir o espaço de armazenamento e na?o se importe com uma reduça?o na resoluça?o de áudio.

Os formatos de áudio perdidos sa?o comprimidos utilizando um algoritmo que descarta alguns dados sonoros de uma gravaça?o digital e reduz o tamanho do ficheiro . Esta perda é geralmente imperceptível para a maioria dos ouvintes.

CBR e VBR

Constante bit rate (CBR) e variável bit rate (VBR) sa?o duas opço?es que podem ser seleccionadas quando codifica um ficheiro MP3. CBR é a configuraça?o padra?o que é universalmente compatível com em todos os descodificadores e dispositivos de hardware MP3, mas na?o produz o ficheiro MP3 mais optimizado. Em alternativa, a VBR produz um ficheiro MP3 que é optimizado tanto para o tamanho como para a qualidade do ficheiro. VBR ainda é a melhor soluça?o, mas nem sempre é compatível com hardware mais antigo e certos descodificadores de MP3.

Related Stories

Llegir més:

Melhor servidor NAS 2021, guia de compras.

Qual é o melhor servidor NAS de 2021? Descubra neste ranking abrangente e...

Quem foi Stuart Mill – 6 passos

John Stuart Mill é um filósofo economista nascido em Londres em 1806...

Top 6 Melhores Centros de Jogo Insufláveis 2021 Comparação

O melhor centro de jogo inflável, será aquele que fornece aos seus filhos,...

Top 5 Melhores Estetoscópios 2021 Comparação & Revisões

Se você é médico, você já é pneumólogo, cardiologista, fisiólogo, pediatra ou especialista...

Requisitos do sistema Call of Duty Modern Warfare 3

Os requisitos do sistema Call of Duty Modern Warfare 3 listados abaixo sa?o...

Como fazer funcionar rádios de banda larga com TV...

Os rádios de banda de TV sa?o rádios AM/FM que também...