200 palavras cognatas: uma lista completa

Você já ouviu falar sobre as 200 palavras cognatas? Essas palavras são aquelas que possuem uma origem semelhante em diferentes idiomas, o que facilita muito o aprendizado de uma nova língua. Se você está estudando português como língua estrangeira, por exemplo, conhecer as palavras cognatas em espanhol, italiano e francês pode ser de grande ajuda.

Neste artigo, apresentaremos uma lista completa com as 200 palavras cognatas mais comuns em diferentes idiomas, como inglês, espanhol, italiano, francês e alemão. Cada palavra será acompanhada de sua tradução em português, para que você possa facilmente identificar o significado.

Além disso, organizamos as palavras em uma tabela, para que você possa visualizar e comparar as semelhanças entre os idiomas de forma prática. As palavras estão divididas em categorias, como números, cores, alimentos, animais, profissões, entre outras.

Se quiser continuar a ler este post sobre "200 palavras cognatas: uma lista completa" clique no botão "Mostrar tudo" e poderá ler o resto do conteúdo gratuitamente. ebstomasborba.pt é um site especializado em Tecnologia, Notícias, Jogos e muitos tópicos que lhe podem interessar. Se quiser ler mais informações semelhantes a 200 palavras cognatas: uma lista completa, sinta-se à vontade para continuar a navegar na web e subscrever as notificações do Blog e não perca as últimas notícias.

Seguir leyendo


Com essa lista em mãos, você poderá expandir seu vocabulário em diferentes idiomas de forma rápida e eficiente. Além disso, entenderá melhor a relação entre as línguas e poderá identificar padrões e regras que facilitarão ainda mais o seu aprendizado.

Então, prepare-se para explorar as 200 palavras cognatas e descobrir como elas podem facilitar o seu estudo de idiomas. Estamos ansiosos para compartilhar esse conhecimento com você!

Qual é o significado de palavras cognatas? Podem me dar 20 exemplos?

Palavras cognatas são palavras que possuem semelhanças na escrita e na pronúncia em diferentes idiomas. Essas palavras têm uma mesma origem ou raiz etimológica, o que faz com que apresentem uma relação próxima em termos de significado. Um exemplo comum de palavras cognatas é o termo “televisão”, que é semelhante em inglês (“television”), espanhol (“televisión”) e francês (“télévision”). Outros exemplos incluem “rádio” em português e “radio” em inglês, “música” em português e “music” em inglês, e “computador” em português e “computer” em inglês. Essas palavras cognatas facilitam a compreensão e a aprendizagem de outros idiomas, uma vez que os falantes nativos de um idioma podem identificar facilmente o significado de palavras semelhantes em outros idiomas.

Além disso, é interessante notar que o português, assim como o francês, o espanhol e o italiano, são línguas que têm origem no latim. Isso explica a presença de muitas palavras cognatas entre essas línguas, já que todas elas compartilham uma mesma raiz etimológica. Por exemplo, as palavras “amigo”, “amigável”, “amizade”, “inimizade” e “amistoso” são palavras cognatas em português, todas derivadas do latim “amicus”. Essa semelhança entre as palavras em diferentes idiomas facilita a comunicação e a compreensão mútua entre os falantes dessas línguas. Portanto, as palavras cognatas são uma importante ferramenta para o aprendizado de idiomas e para a comunicação internacional.

Quais são as 10 palavras cognatas?

As palavras cognatas são aquelas que têm a mesma origem, são escritas de forma semelhante e possuem o mesmo significado em diferentes idiomas. É interessante notar que muitas vezes não percebemos que certas palavras são cognatas. Além dos exemplos mencionados anteriormente, existem várias outras palavras cognatas em português. Por exemplo, a palavra “arte” é cognata de “art” em inglês, “art” em francês e “arte” em espanhol. Da mesma forma, “telefone” é cognata de “telephone” em inglês, “téléphone” em francês e “teléfono” em espanhol.

Outro exemplo são as palavras relacionadas à comida. “Queijo” é cognata de “cheese” em inglês, “fromage” em francês e “queso” em espanhol. “Carne” é cognata de “meat” em inglês, “viande” em francês e “carne” em espanhol. Esses são apenas alguns exemplos de palavras cognatas, mas é possível encontrar muitas outras em diferentes idiomas. As palavras cognatas facilitam a compreensão e o aprendizado de novos idiomas, pois podemos identificar facilmente o significado de uma palavra desconhecida com base em seu cognato em nossa língua materna.

Qual é o significado de palavras cognatas na língua portuguesa?

Na língua portuguesa, as palavras cognatas são aquelas que compartilham a mesma raiz ou origem etimológica. Isso significa que essas palavras têm uma semelhança em sua forma e significado, facilitando o entendimento e a aprendizagem de novas palavras. Por exemplo, as palavras “amigo” e “amizade” são cognatas, pois ambas têm a raiz “amig” e estão relacionadas ao conceito de relação de afeto e companheirismo. Da mesma forma, as palavras “fotografia” e “fotógrafo” são cognatas, pois ambas derivam da palavra grega “phos” (luz) e estão relacionadas ao ato de capturar imagens através da luz. Essa semelhança entre as palavras cognatas pode ser útil na leitura, na escrita e na compreensão do vocabulário em português.

Qual é o significado de palavras cognatas no texto?

Quando falamos em palavras cognatas, estamos nos referindo a palavras que possuem uma origem comum, compartilhando a mesma raiz ou etimologia. Essas palavras podem ter uma semelhança tanto na forma como no significado. No contexto da língua portuguesa, é comum encontrarmos diversas palavras cognatas, especialmente com o latim, que é a base do português. Por exemplo, palavras como “amigo” e “amizade” são cognatas, pois ambas têm a mesma raiz “am” e compartilham o significado de relação de afeto entre pessoas. Da mesma forma, palavras como “nacional” e “nacionalidade” também são cognatas, pois têm a raiz “nacional” e se referem ao pertencimento a uma nação.

Essas relações cognatas podem auxiliar na compreensão e no aprendizado de novas palavras, uma vez que o conhecimento de uma pode facilitar o entendimento de outra. Além disso, a identificação de palavras cognatas pode ser útil na hora de aprender outros idiomas, já que muitas vezes há semelhanças entre as palavras de diferentes línguas que compartilham a mesma origem. Portanto, o conhecimento das palavras cognatas é uma ferramenta importante para a expansão do vocabulário e a compreensão das relações entre as palavras.

Como identificar palavras cognatas?

Como identificar palavras cognatas?

Os cognatos são palavras que possuem origem comum em diferentes idiomas e, por isso, apresentam semelhanças na grafia, pronúncia e significado. No caso do inglês e do português, existem muitos cognatos devido à influência do latim e do francês nas duas línguas. Para identificar palavras cognatas em inglês, é útil conhecer algumas regras básicas.

Uma das regras é observar a semelhança na grafia das palavras. Por exemplo, palavras que terminam em -tion em inglês geralmente têm uma correspondente terminada em -ção em português, como information (informação) e education (educação). Outra regra é analisar a pronúncia das palavras. Muitas vezes, as palavras cognatas têm uma pronúncia similar, apesar de algumas diferenças devido à fonética de cada idioma. Por exemplo, a palavra “hotel” em inglês é pronunciada de maneira similar ao “hotel” em português. Por fim, é importante observar o significado das palavras. Os cognatos costumam ter um significado similar ou até mesmo idêntico em ambos os idiomas. Por exemplo, a palavra “animal” em inglês significa o mesmo que em português.

Ao identificar palavras cognatas, podemos aproveitar o conhecimento prévio em português para facilitar a compreensão e a aprendizagem do inglês. Isso ajuda a expandir o vocabulário e a desenvolver habilidades de leitura e compreensão de textos em inglês. É importante, no entanto, ter cuidado com as falsas cognatas, que são palavras que aparentam ser cognatas, mas têm significados diferentes nos dois idiomas. Portanto, é sempre válido fazer uma pesquisa e verificar o significado correto das palavras antes de utilizá-las.